Pandemia

Estudantes do 6º ao 9º ano retornam às aulas presenciais na rede municipal

O retorno foi possível após a classificação do município em risco moderado
Foto: Márcia Leal/PMCI

Alunos das turmas de 6º ao 9º ano do ensino fundamental da rede municipal de Cachoeiro retornaram às aulas presencias nesta terça-feira (8). O retorno foi possível devido à classificação do município em risco moderado no 58º Mapa de Risco Covid-19 do Estado.

Dos 3.071 matriculados nessas séries nas escolas municipais, 2.388 alunos (77,75%) aderiram ao ensino híbrido, modelo adotado pela Secretaria Municipal de Educação (Seme), em que o estudante alterna uma semana com atividades presenciais com outra em casa (atividades remotas).

O reencontro dos alunos com as salas de aula e professores ocorreu seguindo todos os protocolos sanitários. Na escola “Professora Gércia Ferreira Guimarães”, uma das unidades com mais alunos nessa etapa de ensino, os estudantes mostraram entusiasmo pela volta.

“Os pais que estão mandando os filhos podem ficar seguros porque a escola está seguindo todas as medidas de prevenção para proteção, tanto dos alunos, quanto dos professores e pais. Os alunos já estavam querendo retornar, faz falta para eles. Além disso, com a vacinação andando, acreditamos que com o tempo voltaremos ao normal”, afirma o gestor da escola, Ricardo Rocha Ribeiro.

“Com a adesão de grande parte dos estudantes, estamos retornando com as aulas no sistema híbrido para as turmas de 6º ao 9º ano do ensino fundamental. As unidades de ensino estão cumprindo todas as medidas de segurança e prevenção e estão comprometidas com a manutenção do desenvolvimento da aprendizagem desses estudantes”, avalia a secretária municipal de Educação, Cristina Lens.

Retorno gradual

O retorno às atividades educacionais presenciais na rede municipal ocorre de forma gradual, em etapas e com revezamento. O primeiro grupo de turmas da pré-escola e as turmas de ensino fundamental I (4º e 5º anos primeiro e 1º ao 3º ano depois) já voltaram às aulas.

O calendário de retomada das aulas presenciais segue da seguinte forma: em 14 de junho, para as turmas de Pré-I e Pré-II (Grupo 2); em 21 de junho, para as turmas de Maternal III e IV (Grupo 1); em 30 de junho, para as turmas de maternal III e IV (Grupo 2);em 5 de julho, para as turmas de Maternal I e II (Grupo 1); e eEm 19 de julho, para as turmas de Maternal I e II (Grupo 2).

Modelo híbrido

A retomada é feita com 50% de ocupação máxima nas salas de aula, de acordo com o que determina o governo estadual. No revezamento dos alunos, os que não estiverem em aula presencial poderão acompanhar as aulas de modo remoto, por meio de atividades postadas na plataforma Google Sala de Aula, ou de material impresso, retirado na escola, para os que não possuem acesso à internet.

A adesão ao modelo híbrido não é obrigatória. Estudantes poderão continuar apenas com o ensino remoto, de acordo com a vontade de pais e responsáveis. Os planejamentos para as aulas presenciais e não presenciais são os mesmos.

Por isso, os pais e responsáveis que aceitam o modelo híbrido devem assinar termos de adesão, semanalmente. Mesmo quem não aderir inicialmente poderá fazê-lo depois, e o inverso vale para quem aderir – ou seja, poderá deixar o ensino híbrido.