Bate-papos

Instituto Histórico e Geográfico promove série de lives sobre a história de Cachoeiro

Primeira transmissão on-line será sobre o escritor Newton Braga, criador do Dia de Cachoeiro (29 de junho)
Foto: Divulgação/PMCI

O Instituto Histórico e Geográfico de Cachoeiro de Itapemirim (IHGCI), com apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, realizará, neste mês, uma série de cinco transmissões on-line de bate-papos sobre questões importantes para a história do município, como forma de celebrar a festa da cidade.

A primeira live será nesta segunda (1º), às 20h, no Instagram do Instituto (@ihgcachoeiro). O tema a ser abordado é “Encontrando o ‘Lirismo Perdido’ de Newton Braga”, com as participações da cachoeirense ausente nº1 de 2019, Marilene Depes; de Maria Elvira Tavares, membro da Academia Cachoeirense de Letras; e da secretária municipal de Cultura e Turismo, Fernanda Martins.

“Esta iniciativa não poderia começar com outra temática. Afinal, Newton Braga foi o idealizador do Dia de Cachoeiro (29 de junho). É uma justa homenagem e convidamos todos para participar”, convida Fernanda Martins.

As outras quatro lives, que serão transmitidas pelo mesmo canal, acontecerão nos dias 24, 26, 27 e 29 deste mês e trarão temáticas como: “Cachoeiro e sua beleza geográfica”; “Festejando a história dos primeiros artistas cachoeirenses”; “110 anos da Ponte de Ferro” e a “A fé ‘da freguesia de São Pedro das Caxoeiras do Itapemirim’”.

As transmissões também contarão com a participação de cachoeirenses ausentes e presentes de anos anteriores. Além disso, haverá apresentações musicais.

De acordo com o subsecretário de Cultura e diretor do IHGCI, Lucimar Costa, que será o mediador das rodas de conversa on-line, o objetivo da ação é promover conhecimento cultural sobre a história da cidade, fazendo alusão à Festa de Cachoeiro, que não poderá ser realizada neste ano, em função da pandemia do novo coronavírus

“Por enquanto, não podemos nos encontrar, pessoalmente, para festejar, mas não podíamos deixar passar em branco uma festividade tão importante para a cidade. Com essa ação, muitas pessoas conhecerão a história por trás da festa e isso, certamente, promoverá um entendimento melhor sobre o sentido e a relevância dessa tradição”, esclarece.