Decreto

Luto oficial pelo falecimento de monsenhor Rômulo Zagotto

O prefeito de Cachoeiro de Itapemirim, Victor Coelho, decretou, nesta segunda-feira (13), luto oficial de três dias pelo falecimento de monsenhor Antônio Rômulo Zagotto, também conhecido como Padre Rômulo. O sacerdote, de 73 anos, foi vítima de um infarto neste domingo (12), enquanto estava no seminário Bom Pastor, em Cachoeiro de Itapemirim.

O decreto nº 30.922 destaca que o monsenhor Rômulo “dedicou toda a sua vida à construção do bem comum, tendo marcado de forma indelével sua passagem, através do seu incansável trabalho de divulgação religiosa à frente das paróquias por onde atuou, durante seus mais de 40 anos de dedicação e trabalhos eclesiais junto à Diocese de Cachoeiro de Itapemirim”.

Pontua, também, que “o presbítero cumpriu com abnegação, caridade e amor seu apostolado cristão, na defesa da fé e na intermediação da graça de conforto espiritual para quem precisava, recebendo do município de Cachoeiro, inclusive, homenagens e honrarias dignas de sua pessoa”.

O texto, que será publicado no Diário Oficial do Município desta terça-feira (14), termina destacando que, em respeito “ao espírito de cristandade da população de Cachoeiro”, “o município oferece todas as homenagens a esse ilustre cidadão que exerceu relevante papel” na história religiosa de Cachoeiro e região.