Especial - Dia da Mulher

Mulheres se destacam na liderança de empreendimentos rurais em Cachoeiro

Simone Fávero aposta no turismo rural em Boa Vista
Foto: Bruno Felippe

Cada vez mais antenadas, proativas e empoderadas, as mulheres que vivem no campo estão promovendo mudanças importantes no meio rural, seja assumindo a gestão das propriedades ou liderando empreendimentos rurais.

Em Cachoeiro, não é diferente. De acordo com a Secretaria Municipal de Agricultura (Semag), das mais de 40 agroindústrias familiares e coletivas em atividade no município, 90% são capitaneadas por mulheres.

Na localidade de Safra, Bibiam Borges, de 43 anos, fabrica produtos lácteos e embutidos, há mais de dez anos.“A minha renda vem toda desse trabalho: vendo diversos tipos de queijo, ricota, além de pernil, lombo e linguiça de porco”, explica.

Ela conta que começou vendendo para a família, mas o negócio cresceu e ela percebeu a necessidade e importância de legalizá-lo. Para isso, contou com a assistência da Semag, por meio do Serviço Municipal de Inspeção.

“Gosto demais do que eu faço, as pessoas da comunidade consomem muito os produtos e também participo das feiras livres organizadas pela Prefeitura”, destaca.

Turismo rural

As mulheres também estão se destacando no processo de diversificação das atividades econômicas do meio rural, incentivado pela Semag. Uma das principais apostas da secretaria é o desenvolvimento do turismo rural, que está sendo estimulado a partir da oferta de capacitações técnicas a comunidades com potencial turístico e da melhoria de infraestrutura nessas regiões.

Nesse contexto, uma das protagonistas é a empreendedora Simone Fávero, de 47 anos. Em 2018, ela deixou o emprego para morar e trabalhar com agroturismo em Boa Vista, localidade do distrito de São Vicente onde fica a famosa Pedra da Penha.

“Trabalho com toda organização do chalé próximo à Pedra da Penha, ponto turístico da região, cuido das compras, limpeza, funcionários, dentre outras responsabilidades, e minha irmã produz as delícias que oferecemos no restaurante. Valorizo muito as belezas da região, por isso, decidi trabalhar com turismo rural, que é o negócio do futuro”, conta Simone, que lembra que Boa Vista recebeu recursos do Fundo Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável – após aprovação de projeto em edital público – para estruturação de uma área de recepção a turistas, que está em andamento.

Café com Elas

Visando a valorização e integração das mulheres que trabalham no meio rural, a Semag realizou, ao longo de 2019, o projeto Café com Elas. A iniciativa, que faz parte das ações voltadas ao desenvolvimento do agroturismo, promoveu encontros nas comunidades, com momentos para reflexão sobre o protagonismo feminino no campo e oportunidades de empreender no meio rural.

Foram realizadas reuniões em Burarama, Campos Elíseos, Boa Vista e Santa Fé de Cima, mas as atividades precisaram ser suspensas, a partir de 2020, devido à pandemia. Contudo, a intenção da Semag é retomá-las tão logo seja possível.

“As mulheres estão sendo fundamentais para dinamizar e diversificar a economia rural, contribuindo para gerar renda e trabalho no campo, e, assim, melhorar a qualidade de vida das famílias rurais”, avalia o secretário municipal de Agricultura, Paulo Miranda.