Municípios do Sul do ES se mobilizam pela ferrovia EF 118

Primeira reunião foi realizada nesta terça (21), no gabinete do prefeito de Cachoeiro

Diante do impasse sobre a construção da ferrovia Litorânea Sul (EF 118), municípios e organizações da região Sul do Espírito Santo uniram forças para reivindicar a concretização do investimento.

Nesta terça-feira (21), em reunião convocada pelo prefeito de Cachoeiro, Victor Coelho, representantes de prefeituras e do setor produtivo decidiram criar um comitê, com o objetivo de articular ações para pressionar a União a manter a EF 118 – que ligaria a Grande Vitória a Presidente Kennedy – como contrapartida à renovação da concessão da Estrada de Ferro Vitória-Minas (EFVM). Recentemente, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) propôs que a construção de uma ferrovia na região Centro-Oeste do país seja a contrapartida.

“Decidimos provocar esse encontro porque estamos preocupados com essa situação. A EF 118 é um investimento muito esperado e de grande relevância para impulsionar o desenvolvimento da nossa região. Nesse grupo que criamos, o poder público e a sociedade civil organizada vão somar esforços para lutar pela construção da ferrovia, que vai beneficiar todo o sul capixaba. Posteriormente, esse também será um fórum para discussão de outros temas relacionados ao desenvolvimento regional”, disse Victor Coelho.

Durante a reunião, o grupo definiu as primeiras ações a serem realizadas. Entre elas estão o envio de uma carta-manifesto ao governo federal; a participação de representantes do comitê na audiência pública que a ANTT realizará sobre a EFVM, no dia 10 de setembro, em Vitória; a apresentação do projeto da EF 118 na Cachoeiro Stone Fair 2018; e o agendamento de encontros com governador, deputados federais e senadores capixabas.

Presente na reunião, a prefeita de Presidente Kennedy, Amanda Quinta Rangel, avalia que a formação do comitê é fundamental. “O primeiro passo foi dado, e as atitudes do comitê são muito importantes. Acredito que, a partir desse trabalho em conjunto, vamos conseguir avançar e ter mais notícias positivas sobre o projeto, que é de suma importância para o ES, para a região Sul toda, principalmente”, disse.

Para o presidente do Sindirochas, Tales Machado, a união entre as lideranças regionais é um ponto forte da região. “Essa união me deixa muito otimista. Se nos mantivermos unidos em prol desse projeto, teremos uma força enorme. As expectativas melhoram muito para vencermos esse desafio.”

Também participaram do encontro os prefeitos de Castelo, Luiz Carlos Piassi; de Rio Novo do Sul, Thiago Fiório; de Muqui, Carlos Renato Prúcoli; de Apiacá, Fabrício Thiebald; de Atílio Vivacqua, Josemar Machado; além de representantes de Marataízes e Anchieta. Estiveram representados, ainda, a Câmara Municipal de Cachoeiro, o Movimento Empresarial do Sul do Espírito Santo (Messes), a Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Cachoeiro (Acisci), o Porto Central e a imprensa local.