Mutirão para negociar dívidas começa nesta terça (13)

Débitos devem ter pelo menos 60 dias de atraso para serem negociados

Começa nesta terça (13), em Cachoeiro, o 5º Mutirão de Negociação de Dívidas do Procon-ES. O evento, que conta com o apoio do Procon do município, será realizado até sexta (16), das 9h às 17h, na escola municipal Zilma Coelho Pinto, no bairro Ferroviários.

Para ser atendido, o consumidor titular que possuir dívida de, pelo menos, 60 dias de atraso com alguma das empresas participantes, deverá comparecer à escola, portando os documentos pessoais (CPF e Carteira de Identidade), comprovantes de residência e de renda.

A diretora-presidente do Procon-ES, Denize Izaita, informou que uma pesquisa realizada pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (ANEFAC), apontou que 81% dos consumidores pretendem utilizar o 13º salário para o pagamento de dívidas.

“Esta é uma excelente oportunidade para os consumidores, moradores da região Sul do Estado, aproveitarem os descontos oferecidos pelas empresas para quitar as dívidas e limpar o nome. Utilizar o 13º salário para o pagamento de dívidas, principalmente as que possuem maior taxa de juros como o cartão de crédito e cheque especial, é uma boa saída para começar o ano no azul”.

Participarão do mutirão o Banestes, o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal, o Banco Bradesco, a Dacasa, o BMG, a Claro, a Odebrecht, a CDL e ACISCI. O Conselho Regional de Economia estará presente auxiliando os consumidores com o planejamento do orçamento doméstico e propostas de acordo.

Orientações importantes

– Para ser atendido, o consumidor deverá levar Carteira de Identidade, CPF, comprovante de residência e renda.

– Somente o titular poderá negociar a dívida, que deve ter pelo menos 60 dias de atraso.

– Não será aceito documento de procuração.

– Pessoa jurídica não será atendida no mutirão.

– As senhas estarão atreladas ao CPF do consumidor. Portanto, a pessoa que pegar a senha deverá ser a mesma que receberá atendimento. Senhas rasuradas serão descartadas.

– Os descontos e opções de parcelamento podem variar de acordo com o tipo de dívida, atraso e perfil do consumidor.

– 15% das senhas estão destinadas para o atendimento preferencial: idosos com 60 anos ou mais, gestantes em adiantado estado de gravidez, portadores de necessidades especiais e pessoas com criança de colo.

– A Caixa Econômica Federal não vai negociar dívidas de cartão de crédito. Só serão negociadas dívidas nas modalidades habitacional e comercial.

– O Banco do Brasil não vai negociar dívidas de financiamento de imóveis, de veículos, rural, FIES, dívidas cedidas a Ativos S.A e dívidas renegociadas recentemente (na agência, na terceirizada).

– O Banestes não irá negociar restituição do imposto de renda, antecipação do 13º salário, adiantamento a depositantes PF e PJ, leasing, financiamento de imóveis, nosso crédito/microcrédito, operações de crédito com valores superiores a R$30 mil e operações ajuizadas.

Empresas participantes e atendimentos diários

BANESTES: 42 senhas comuns e 08 preferenciais

BANCO DO BRASIL: 34 senhas comuns e 06 preferenciais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL: 85 senhas comuns e 15 preferenciais

BRADESCO: 51 senhas comuns e 09 preferenciais

DACASA: 102 senhas comuns e 18 preferenciais

BMG: 34 senhas comuns e 06 preferenciais

CLARO: 34 senhas comuns e 06 preferenciais

ODEBRECHT: 42 senhas comuns e 08 preferenciais