Prefeitura arrecada R$ 350 mil com leilão de bens inservíveis

Quantia alcançada será reinvestida na renovação do patrimônio municipal

A prefeitura de Cachoeiro arrecadou R$ 350.330 com um leilão de bens inservíveis realizado em dezembro do ano passado. A quantia é mais de duas vezes maior do que o valor do lances iniciais do conjunto dos lotes, que foi de R$ 173.800.

Os itens leiloados fazem parte de uma série de bens que não têm mais serventia para a administração municipal devido à inviabilidade de conserto e manutenção, o que inclui desde eletrônicos e sucata até automóveis. Ainda assim, muitos compradores se interessam por esse tipo de produtos.

Da lista de bens, um conjunto de carteiras escolares com lance inicial de R$ 50 foi arrematado por R$ 6 mil. Já um lote com freezers, geladeiras, prateleiras de aço, fogões, microondas e bebedouros tinha valor inicial de R$ 300 e foi comprado por R$ 11.200. Outro comprador levou por R$ 34.200 uma pá carregadeira com lance inicial de R$ 4 mil.

Uma comissão especial realizou o levantamento de todos os itens leiloados e fiscalizou todos os procedimentos. O leilão foi autorizado após aprovação de projeto de lei do Poder Executivo.

“O resultado alcançado com o leilão nos deu uma satisfação enorme. A prefeitura conseguiu ótima arrecadação se desfazendo de uma série de bens que não tinham mais serventia para o serviço público. Agora, esse valor será reinvestido na aquisição de bens novos, renovando o patrimônio municipal de forma muito mais econômica”, destaca o secretário municipal de Administração, Ramon Gobetti.