Frente fria

Prefeitura intensifica ações para acolhimento de pessoas em situação de rua

Trabalho conta com abordagens noturnas; nesta terça (27), 12 foram para abrigos
Foto: Márcia Leal/PMCI

Com a previsão de chegada de uma frente fria ao Espírito Santo nesta semana, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes) de Cachoeiro intensificou as ações para acolhimento de pessoas em situação de rua – inclusive, com abordagens noturnas.

Nesta terça-feira (27), o trabalho resultou no encaminhamento de 12 pessoas para a Casa de Passagem (7) e para um abrigo provisório (5). Na manhã desta quarta (28), mais dois foram acolhidos.

A equipe responsável pelas abordagens sociais percorre diversas áreas da cidade pela manhã, à tarde e à noite. Paralelamente, o encaminhamento aos abrigos também é oferecido aos frequentadores do “Espaço Vida”, Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua (Centro Pop) de Cachoeiro.

A secretária municipal de Desenvolvimento Social, Márcia Bezerra, explica que as abordagens com foco no acolhimento ocorrem de forma contínua, ao longo de todo o ano. Mas como as temperaturas estão mais baixas na cidade e há uma expectativa de queda ainda mais brusca a partir desta quarta-feira (28), a ação foi reforçada.

“Nossa equipe faz um trabalho de conscientização e convencimento, argumenta sobre a importância e vantagens do acolhimento, apresenta os serviços que oferecemos. Com as abordagens noturnas, buscamos ampliar o número de abrigados e o resultado está sendo satisfatório. Muitos estão aceitando. Porém, é uma questão de escolha, ninguém poder ser obrigado a ir para os abrigos”, frisa.

Os que aceitam o acolhimento são encaminhados, antes, para o Centro Pop “Espaço Vida”, no bairro Independência (rua Deodoro da Fonseca, nº 98), onde podem se alimentar, tomar banho e lavar roupas. De lá, seguem para os abrigos, em transporte fornecido pelo serviço.

Quando a pessoa em situação de rua recusa o acolhimento, a equipe da Semdes, de maneira excepcional, em virtude do frio mais intenso, tem fornecido cobertor para proteção e prevenção de hipotermia, que pode levar à morte.

“Estamos empenhados nessa ação preventiva e humanitária. Voltaremos a oferecer acolhimento aos que ainda não aceitaram. Queremos abrigar quantas pessoas for necessário. Temos a possibilidade de abertura de um terceiro abrigo, caso haja demanda”, destaca a secretária.

Telefones:
– “Espaço Vida”, Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua (Centro Pop): (28) 3521-1922
– Casa de Passagem Santa Tereza de Calcutá: (28) 3521-6184