No YouTube

Projeto Cachoeiro de Memórias publica nova entrevista nesta quinta (27)

Mestra de charola de São Sebastião, Erotildes Pereira da Silva é a personagem da entrevista que o projeto Cachoeiro de Memórias, realizado pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult), publica, nesta quinta-feira (27), às 16h, no canal da pasta no YouTube (Semcult Cachoeiro).

O vídeo é oportunidade para conhecer a história de mais um importante nome da cultura popular cachoeirense. Reconhecida como patrimônio vivo de Cachoeiro, por meio da Lei Mestre João Inácio, Erotildes é natural de Itaici, em Muniz Freire, mas vive na “Capital Secreta” desde os 14 anos.

Ao lado do marido, o mestre Adílio Quirino da Silva, integra a charola de São Sebastião da comunidade de Jacu, no distrito de Burarama. Trata-se de grupo folclórico que presta homenagem ao santo no período que vai de 6 de janeiro, dia de Reis, a 20 de janeiro, dia de São Sebastião. Formado por 16 componentes – mestre, contramestre, bandeireira, foliões e dançarinas -, o grupo sai em jornada, a pé, batendo à porta das casas.

A charola de Jacu é um dos grupos integrantes do Ponto de Cultura do Folclore, da Associação De Folclore Cachoeiro. Além de Erotildes, o grupo tem outros dois mestres reconhecidos pela Lei Mestre João Inácio: Adílio e Izaías Quirino da Silva.

Cachoeiro de Memórias

O projeto Cachoeiro de Memórias visa resgatar a história e a identidade cultural do município, a partir de registros audiovisuais, em formato de entrevistas, com pessoas que tenham uma ligação estrita com Cachoeiro.

Estão sendo exibidas, primeiro, entrevistas com mestres reconhecidos pela Lei Mestre João Inácio, que contribuem ou contribuíram com preservação do patrimônio imaterial da cultura popular local. Depois, serão exibidos vídeos com outros cachoeirenses, de diversas áreas, que, de alguma forma, fizeram parte da construção histórica e cultural de Cachoeiro.