A partir de 2022

Rede municipal de Cachoeiro terá mais três escolas de tempo integral

Expansão vai gerar mais 370 vagas para essa modalidade de ensino
Foto: Márcia Leal/PMCI

A Secretaria Municipal de Educação (Seme) de Cachoeiro organiza a implantação do sistema de tempo integral em mais três escolas municipais, a partir do ano letivo de 2022.

Serão contempladas as unidades de ensino “Nossa Senhora das Graças”, no bairro Agostinho Simonato; “Dona Maria Santana”, no bairro Basileia; e “Prof. Elísio Cortes Imperial”, no bairro Teixeira Leite, atendendo cerca de 370 estudantes em turmas do 1º ao 5º ano do ensino fundamental.

A equipe da Seme se reuniu com representantes da comunidade escolar das três unidades, nesta semana, para apresentar o modelo e esclarecer eventuais dúvidas sobre seu funcionamento. Alunos que já estudam nessas escolas terão prioridade no preenchimento das vagas disponibilizadas.

Com a expansão do programa de tempo integral, o município avança para atender metas dos planos municipal e nacional de educação referentes à oferta dessa modalidade de ensino.  

Atualmente, quatro escolas municipais são contempladas pelo programa, iniciado em fevereiro de 2019 pela Seme. São elas: “Julieta Deps Tallon”, do bairro Zumbi; “Prof. Athayr Cagnin”, do bairro Abelardo Machado; “Prof. Florisbelo Neves”, do bairro Novo Parque; e “Prof. José Paineiras Filho”, do bairro Costa e Silva. As quatro unidades têm, ao todo, 849 alunos matriculados.

Modelo Escola da Escolha

Na rede municipal de ensino de Cachoeiro, o modelo de educação integral adotado é o “Escola da Escolha”, idealizado pelo Instituto de Corresponsabilidade pela Educação (ICE). Os estudantes são atendidos com jornada escolar estendida, das 07h30 às 16h30, e têm a oportunidade de aprender a partir de matérias do currículo convencional e disciplinas eletivas, centradas no protagonismo e no projeto de vida dos estudantes, por meio de espaços físicos como ateliê criativo, brinquedoteca, biblioteca e atividades realizadas na sala de aula.

O encerramento das atividades de cada semestre no modelo Escola da Escolha acontece por meio das chamadas culminâncias, atividades nas quais é apresentado à comunidade escolar o que foi produzido nas aulas, como maquetes, jornais, jogos, música, experimentos científicos e contação de histórias.

“O modelo Escola da Escolha amplia as referências sobre valores e ideais do estudante e o apoia no enfrentamento dos imensos desafios do mundo contemporâneo. Nesta metodologia, o estudante reflete sobre os seus sonhos, suas ambições e aquilo que deseja para a sua vida, onde almeja chegar e quem pretende ser, tanto na sua vida pessoal e social, como no mundo produtivo. Estamos muito felizes com a expansão deste modelo, que passará a beneficiar mais de 1.200 estudantes, um incremento de mais de 40% em relação ao ano letivo de 2021”, ressalta a secretária municipal de Educação, Cristina Lens.