Saiba como se prevenir

Secretaria de Saúde alerta para casos de febre maculosa em Cachoeiro

Em casos de sintomas graves, orientação é procurar, imediatamente, um pronto atendimento de urgência e emergência
Foto: Márcia Leal/PMCI

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de Cachoeiro alerta para a incidência da febre maculosa no município. Neste ano, dois casos foram confirmados no município e três aguardam o resultado do exame de diagnóstico. 

Transmitida ao homem pela picada do carrapato-estrela (Amblyomma cajennense) infectado pela bactéria Rickettsia rickettsii, a febre maculosa é uma doença infecciosa, que pode se manifestar em formas clínicas leves e atípicas até formas graves, com elevada taxa de letalidade.

A doença se manifesta, repentinamente, acompanhada de vários sintomas, tais como: febre alta, dor de cabeça, dores no corpo (principalmente nas pernas), mal-estar, náuseas e vômitos, e, em alguns casos, podem surgir manchas avermelhadas na pele, principalmente, na palma das mãos e planta dos pés.

As manifestações iniciais da febre maculosa ocorrem entre o 2º e 14º dia após o contato com o vetor transmissor e podem ser facilmente confundidas com outras doenças, como dengue ou gripe forte.

Ambientes com vegetação e presença de animais, como cavalos, capivaras, bois e cães, tais como beira de lagoas e rios, ou áreas florestais e de gramados, são favoráveis à infestação de carrapatos. 

De acordo com orientações das autoridades em saúde, é importante, ao frequentar esses locais, tomar as seguintes precauções: usar calças, botas e blusas com mangas compridas ao caminhar em áreas arborizadas e gramadas; evitar andar em locais com grama ou vegetação alta; usar repelentes de insetos; usar roupas claras, para ajudar a identificar o carrapato, uma vez que ele é escuro; e verificar a presença de carrapatos na pele e em animais de estimação.

“Caso o cidadão tenha sido picado por carrapatos e apresente sintomas da doença, a orientação é procurar, imediatamente, a unidade de saúde mais próxima de sua residência ou um dos prontos atendimentos do município, e relatar a situação ao médico, para que ele inicie os procedimentos adequados. A febre maculosa é uma doença perigosa, que requer muitos cuidados”, orienta o secretário municipal de Saúde de Cachoeiro, Alex Wingler.