No Portal do Aluno

Seme divulga resultado das solicitações de matrícula para escolas municipais

Para acessar o Portal do Aluno, o responsável deverá realizar o login informando o CPF e senha cadastrados
Foto: Divulgação/PMCI

A Secretaria Municipal de Educação (Seme) informa que o resultado das solicitações de matrículas novas para a rede municipal de ensino de Cachoeiro está sendo divulgado no Portal do Aluno.

Pais ou responsáveis que fizeram o pedido devem acessar página (prefeitura.cachoeiro.es.gov.br/educaci/portalaluno), em que está sendo atualizado o status da solicitação para “atendido”, de acordo com os números de vagas disponíveis nas unidades escolhidas – após as solicitações das rematrículas. É importante salientar que as vagas são preenchidas segundo a ordem de classificação gerada pelo sistema.

Para acessar o Portal do Aluno, o responsável deverá realizar o login informando o CPF e senha cadastrados. Depois, clicar em “acessar menu”, “solicitações” e verificar o status.

A Seme relembra que esta ainda é a primeira etapa. Depois de conferir o resultado da solicitação, os pais ou responsáveis devem, em fevereiro de 2021, comparecer à unidade escolar com os documentos exigidos para confirmação tanto da matrícula nova, quanto da rematrícula.

Os documentos a serem apresentados são: Cartão de Vacinação atualizado e acompanhado de declaração expedida pela Unidade de Saúde; CPFs do responsável e do estudante e laudo médico atualizado (para alunos com deficiência). Se a rematrícula não for efetuada, os pais ou os responsáveis legais deverão, obrigatoriamente, declarar o não interesse de que o estudante permaneça na unidade de ensino, preenchendo formulário próprio no local.

Portal do Aluno

Desenvolvido pela Companhia de Tecnologia da Informação de Cachoeiro (Dataci), o Portal do Aluno é utilizado, desde 2019, para a solicitação de matrículas e rematrículas. Neste ano, a ferramenta, que tornou o processo mais prático para os pais de alunos e para a rede municipal de ensino, ganha ainda mais importância por evitar possíveis aglomerações nas escolas, diminuindo riscos de transmissão do novo coronavírus.